Descubra se o ovo faz bem ou mal à saúde

Da redação: DESPORTO | desportooficial@yahoo.com

Durante duas décadas foi realizada pela Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, uma pesquisa com cerca de 9.734 pessoas, essas, que tinham entre 25 e 74 anos, para desvendar os benefícios e os malefícios do consumo de ovos. A pesquisa mostrou não haver relação entre o consumo regular de ovos e o aumento da incidência de doenças cardiovasculares, como infarto e derrame. "Não houve diferença entre aqueles que comiam um ovo ou mais por dia em comparação com quem não comia nenhum". Contou o cardiologista Adnan Qureshi, líder da investigação em entrevista à revista Saúde. "Em apenas um grupo específico, o dos diabéticos, encontraram dados que mostram que o consumo maior de ovos pode estar ligado ao aumento da ameaça de doenças cardíacas, mas isso nem sequer está totalmente claro" concluiu. 


O ovo tem em sua clara muita albumina, substância excelente para o desempenho quando o assunto é substratos para a musculatura, sendo ideal o consumo logo após o treino, já que é nesse período que ocorre a degradação e a formação dos músculos.

Já a gema tem que ser consumida também, ela tem substâncias ideais para o cérebro, ela contribui para o processamento e armazenagem das lembranças

MAIS ACESSADAS AGORA: