Estudo aponta que mulheres são mais resistentes à fadiga


Da redação: Desporto | DEVITO - devitooficial@yahoo.com  Alan Silva; Revisão Texto

Um estudo publicado recentemente na Medicine & Science inSports & Exercise pela Universidade Marquette, dos Estados Unidos, revelou que as mulheres, que já foram consideradas o "sexo frágil", são mais resistentes à fadiga que os homens. Segundo o estudo, a massa muscular delas são mais resistentes porque elas queimam mais calorias e menos carboidratos durante a atividade física,  fazendo com que suas performances durante os treinos sejam mantidas em níveis mais estáveis.


MAIS ACESSADAS AGORA: