Quer saber por que não devemos sobrecarregar os joelhos nos treinos?

Da redação: Rafael Rios

O joelho é a maior articulação do nosso corpo, que sustenta todo o peso, sendo mais propenso a desenvolver lesões. Por isso é importante distribuir a carga nas diferentes articulações, principalmente na hora dos treinos. Mantenha sempre uma postura adequada para a realização dos exercícios físicos e o repouso entre os treinos são fundamentais para evitar a sobrecarga articular, os problemas mais comuns causados pelos erros na hora da musculação são:


* Desgaste da cartilagem;
* Desgaste dos meniscos;
* Lesões nos tendões;
* Lesões nos ligamentos do joelho;

Além disso, a pessoa ainda pode desenvolver a tendinopatia (uma inflamação nos tendões). A cadeira utilizada nos treinos e na aula de musculação também pode pressionar a cartilagem e acelerar o processo de degeneração, já os exercícios de flexão de joelho que trabalham os músculos posteriores das coxas (isquiotibiais) se realizados em excesso podem desequilibrar o alinhamento dinâmico de todo o membro inferior, chegando ate a desenvolver uma lesão chamada condromalacia patelar, que afeta a cartilagem entre a patela e o fêmur, podendo ser considerado o inicio do desgaste da cartilagem.

A prática de exercícios não apropriados levam a desenvolver essas patologias, a melhor forma de prevenção é o fortalecimento dos músculos do complexo posterolateral do quadril, ou seja, glúteo médio, máximo e pequenos rotadores laterais. Na hora de malhar, recomenda-se realizar um aquecimento com esteira, bicicleta ergométrica ou movimentos de membros superiores antes de praticar quaisquer exercícios ou modalidade esportiva. Para os praticantes de atividades físicas e ou que fazem musculação, o cuidado deve ser redobrado, principalmente durante o treino.
Sempre fique atento nos seus treinos, siga as instruções do profissional habilitado para dar as orientações necessárias. Algumas dicas podem ser seguidas:

Agachamento: o ideal é agachar com o quadril para trás, evitando a anteriorização excessiva dos joelhos.
Abdominal: é muito importante ficar atento a posição do pescoço e manter o abdominal contraído, para não machucar a coluna e garantir o fortalecimento abdominal.
A perda de forças no joelho pode ser proveniente de: infecções, entorses, tensões, artrite, ruptura de ligamento ou cartilagem, síndrome da banda iliotibial (tensão inflamatória do tecido localizado na parte lateral do joelho) e a falta de atividade física, sendo esta ultima uma dos mais importantes. Para prevenir o enfraquecimento desta região é necessário um programa de exercícios para fortalecer o joelho, como:

* Agachamento;
* Adução de Quadril;
* Stiff;
* Avanço;
* Flexão de pernas e pé;
* Elevação de pernas;
* Cadeira extensora, etc.

Diversas ocasiões podem favorecer o aparecimento de patologias no joelho, como traumas ou posturas incorretas, mas é no meio esportivo e fitness que a incidência de lesões é maior, isso ocorre porque, caso a prática esportiva não seja realizada de maneira dosada, pode acabar sobrecarregando essa articulação, gerando efeitos nocivos e muitas vezes de ampla gravidade.
Estão listadas abaixo as principais patologias que acometem o joelho:

* Ligamento Cruzado Anterior;
* Ligamento Cruzado Posterior;
* Luxação Patelar;
* Condromalacia Patelar;
* Artrose do Joelho;
* Tendinite Patelar;
* Síndrome do Corredor;
* Lesões dos Meniscos;
* Cisto de Baker, etc.

Caso você seja diagnosticado (a) com algumas destas patologias procure um fisioterapeuta e garanta a saúde dos seus joelhos. Lembre-se sempre de treinar com acompanhamento de um profissional da Educação Física. Bom Treino!
MAIS ACESSADAS AGORA:
Cadastre-se ... Quem procura por passagem aérea econômica tem que conhecer a MaxMilhas! Ganhe R$20 de desconto na primeira compra